O que é o Pilates para Gestantes?

O método Pilates foi elaborado para melhorar flexibilidade, consciência corporal, equilíbrio e força, além de tratar algumas doenças músculo-esqueléticas. As mudanças que ocorrem no corpo da mulher durante a gravidez podem ocasionar dores no corpo, principalmente na coluna lombar e região pélvica.

Para prevenir essas dores e/ou tratá-las foi elaborado uma serie de exercicios especificas para as mulheres no período gestacional, visando cuidar de cada etapa desses 9 meses, divido em 3 trimestres. Em cada um desses trimestres ocorrem mudanças diferentes no corpo, sendo necessário adaptar os exercícios ao condicionamento físico para que a futura mamãe possa desfrutar dos 9 meses de espera livre de complicações musculoesqueléticas, aliviando tensões e stress.

Por que fazer o Pilates para Gestantes?

A dor lombar e pélvica são comuns durante a gestação e tendem a aumentar à medida que a gravidez avança. Aproximadamente ⅔ das gestantes possuem algum episódio de dor lombar, dor pélvica ou ambos, com uma prevalência de 25% no pós-parto. O que geralmente causa essas dores e o mau alinhamento que sobrecarrega o sistema músculo esquelético e às vezes o próprio sobrepeso ocasionado pela gestação.

O Pilates na gestação é indicado para que as mulheres possam passar os 9 meses da gravidez livre de dores, com qualidade de vida, agilidade e ainda por cima contribuir para um bom parto, já que nas aulas trabalha-se muito assoalho pélvico, musculatura muito utilizada durante o parto e a respiração, que é a mesma indicada na hora das contrações. Além disso, proporciona uma rápida recuperação pós-natal para chegar no corpo pré gravidez em menos tempo e até mesmo para preparar o corpo parava volta das atividades físicas que tiveram que ser interrompidas durante a gravidez.

Como fazer o Pilates para Gestantes?

Os exercícios são divididos em três trimestres, em cada um precisa-se ter um cuidado especial, respeitando a individualidade e capacidade física da paciente.

Primeiro Trimestre: se a mulher já pratica o pilates ela pode continuar normalmente, mas se é sedentária recomenda-se esperar três primeiros meses. Nesse período somente exercícios que ensinem os princípios do método e dar preferência a exercícios de qualidade do que de alta complexidade

Segundo Trimestre: Nesta fase damos continuidade aos exercícios, porém não podemos utilizar decúbito dorsal por mais de cinco minutos sem nenhum suporte, pois pode comprimir a veia cava e comprometer a circulação

Terceiro Trimestre: Além dos exercícios que já vinham sendo realizados, adaptados a nova fase de maior sobrepeso, dar ênfase às mobilizações pélvicas e a respiração.