A fisioterapia conduz o processo cicatricial no pós-operatório. Toda cirurgia causa um trauma mecânico, com a cirurgia plástica não é diferente, logo após esse trauma o corpo entra em processo de cicatrização e é então que a fisioterapia entra em ação.

Através das diversas técnicas da fisioterapia conseguimos minimizar os efeitos da fase inflamatória e proliferativa da cicatrização, fazendo com que o paciente retorne às suas atividades diárias o mais rápido possível, com resultado final estético e funcional satisfatórios.

Entre as técnicas de fisioterapia que utilizamos para amenizar a dor podemos citar:

  • Fisioterapia Manual ( técnica utilizada para degradar o excesso de tecido cicatricial depositado para cicatrizar a região lesada na cirurgia e que pode causar as tão temidas fibroses. Fisioterapia Manual também auxilia na deposição de colágeno de uma forma mais organizada e alinhada).
  • Taping compressivo (é utilizado para conter e restringir a área lesada na cirurgia, diminuindo assim a resposta inflamatória da cicatrização e auxiliando na prevenção do edema e equimoses (roxo na pele).)
  • Drenagem linfática (excelente técnica para edema, porém, somente quando esse edema provém de um déficit de sistema linfático, caso contrário utilizamos somente fisioterapia manual).
  • Cinesioterapia (trabalha a parte funcional do corpo, prescrição ou não de exercícios ativos ou passivos para a recuperação do paciente).